Bobina de Ignição

Bobina de ignição: Tudo o que precisa de saber

A bobina de ignição é um dos principais componentes do sistema de ignição de um automóvel. Sem ela, o carro não funciona.

Por ser uma componente vital de qualquer veículo, é importante saber qual a função da bobina de ignição e quais são os sinais indicadores de que está na altura de substituí-la.

Para que possa saber como funciona a bobina de ignição, continue a ler o nosso artigo.

 

O que é a bobina de ignição?

A bobina de ignição tem a função de transformar a tensão da bateria, ou seja, os volts, que variam entre os 12 a 14V, em alta tensão, de forma a que a faísca para a combustão do motor seja executada através da vela de ignição.

Sem o correto funcionamento da bobina de ignição, não existe a correta queima de combustível. Como consequência, poderão surgir várias falhas no desempenho do seu veículo.

 

Para que serve a bobina de ignição?

A função da bobina de ignição é transformar a tensão da bateria para as velas de ignição, onde são produzidas as faíscas que realizam a combustão e, consequentemente, o funcionamento do motor.

Embora alguns veículos ainda apresentem bobinas de ignição conexas às velas através de cabos, a verdade é que muitos carros já não apresentam esta configuração, o que evita vários problemas.

A bobina de ignição é necessária para o aumento da tensão de ignição. No entanto, porque deve a tensão de ignição ser aumentada?

 

kroftools-subscrevernl

 

Como funciona uma bobina de ignição?

Para criar um salto de fogo na vela de ignição, é preciso que a voltagem da bateria seja aumentada milhares de vezes. Por exemplo, se a voltagem for de 12V, não é possível haver chama no elétrodo da vela. 

À semelhança dos intensificadores de transformação, a bobina utiliza o método de indução magnética para aumentar a voltagem de entrada. Assim, verifica-se a existência de duas bobinas: a primária e a secundária. 

Dentro da bobina de ignição, a bobina secundária está dentro da bobina primária.

 

Como se dá a indução da bobina de ignição?

Ao contrário do que se possa pensar, a indução não acontece quando há uma corrente que passa pela bobina de ignição, mas sim quando a corrente é cortada. 

Em suma, a bobina primária emitirá um campo magnético na área externa. Quando a corrente elétrica é cortada, o campo magnético mover-se-á rapidamente para o interior antes de desaparecer. É este movimento rápido e simultâneo que irá induzir as bobinas secundárias com resultados mais fortes.

Como resultado deste movimento, a tensão secundária passa de 12V para cerca de 25KVA.

 

Qual é a função do núcleo de ferro da bobina de ignição?

O núcleo de ferro presente na bobina de ignição tem como função puxar o campo magnético da bobina primária, garantindo que o movimento seja focalizado de forma rápida. Isto acontece porque o ferro é um bom condutor, capaz de maximizar a indução na bobina.

 

Quais os tipos de bobina de ignição?

Dependendo do carro e marca, é possível encontrar os seguintes tipos de bobina:

 

  • Bobinas de ignição de distribuidor

Bobinas de ignição de distribuidor: o impulso de alta tensão gerado pela bobina passa por um cabo de ignição para um distribuidor de ignição mecânico.

Por sua vez, distribui o impulso para o cabo de ignição correspondente para fornecer tensão ao cilindro. É um tipo de bobina muito comum em veículos mais antigos.

 

  • Bobinas de ignição de bloco

Bobinas de ignição de bloco: tem várias bobinas de ignição que alimentam as velas de ignição com o impulso de alta tensão, através das respetivas saídas individuais e dos cabos de ignição. Dentro deste tipo, existem modelos de faísca simples e dupla.

 

  • Bobinas de orifício para vela

Bobinas de orifício para vela: sem necessidade de cabos de ignição são ligadas diretamente à vela de ignição. Assim, o impulso de alta tensão é gerado diretamente na vela, evitando a perda de tensão causada pelo cabo. Além disso, permite ter mais espaço no motor.

 

  • Sistema de bobina de ignição (“rails“)

Sistema de bobina de ignição (“rails“): composto por várias bobinas de ignição combinadas para formar um componente compacto, sendo que todos os componentes da ignição são ligados às velas num único passo.

 

como funciona uma bobina de ignição

 

Quais os sintomas da bobina de ignição avariada?

Uma bobina de ignição avariada apresenta sintomas como:

  • Forte odor a queimado;
  • Vibração do motor ao ralenti;
  • Maior consumo de combustível;
  • Sinal de “Verificar Motor” no painel de bordo;
  • Arranque pesado do motor, que estagna ao conduzir;
  • Motor a funcionar de forma instável, sobretudo durante o frio;
  • Libertação de fumo negro e com odor a combustível pelo tubo de escape;
  • Após pressionar o pedal do acelerador, a potência do motor cai significativamente.

Embora sejam sinais de que a bobina pode estar avariada, estes sintomas podem indicar avaria noutras componentes, como por exemplo, os cabos de alta voltagem.

Nesses casos, é necessário examinar todo o sistema de ignição.

 

Como testar a bobina de ignição?

Para que possa testar a bobina de ignição, deve utilizar um conjunto básico de ferramentas manuais, para remover a bobina, e um multímetro digital. 

Posteriormente, siga os seguintes passos:

  1. Pesquise as especificações, isto é, qual deve ser a leitura correta da resistência das bobinas de ignição do seu veículo (consulte o manual do seu veículo);
  2. Localize a bobina (ou as bobinas). Por norma, encontram-se no motor, aparafusadas nas velas de ignição ou instaladas em algum lugar no topo do motor. Se necessário, remova as tampas de plástico;
  3. Desconecte o cabo elétrico;
  4. Teste o circuito primário, conectando os fios positivo e negativo do multímetro aos terminais correspondentes da bobina:
  5. Teste o circuito secundário da bobina de ignição, conectando o multímetro ao terminal positivo, assim como ao terminal de saída que atravessa para a vela de ignição;
  6. Repita o procedimento conforme necessário;
  7. Depois de testar tudo, reinstale as bobinas de ignição.

Caso a bobina apresente uma leitura de zero no multímetro, é sinal que entrou internamente em curto-circuito nos enrolamentos primários, precisando de ser substituída.

 

Qual o preço de uma bobina de ignição?

O preço de uma bobina de ignição varia entre os 20 e os 200€ dependendo do veículo e das suas especificações. No entanto pode ultrapassar largamente estes valores em carros mais “excêntricos”.

Procura saber mais sobre o mundo automóvel? Então siga-nos no Facebook e acompanhe todos os conteúdos que partilhamos diariamente.

 

KROFtools - Facebook

 

KROFtools - Download catálogo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.