carro com ferrugem

Carro com ferrugem: 5 Passos para remover

Um carro com ferrugem é um carro que precisa de cuidados redobrados já que esta é uma inimiga natural do seu veículo.

Se tem ignorado as manchas de ferrugem no seu carro, aconselhamo-lo a parar pois esta vai espalhar-se rapidamente e tornar-se mais difícil removê-la. 

Se começar a retirar a ferrugem numa fase inicial, pode impedir que esta se espalhe e dar alguns anos extras ao seu veículo. Continue a ler e descubra como.

 

Carro com ferrugem: Como remover em 5 passos

Uma mancha acastanhada no para-choques ou uma bolha na pintura de uma porta são dois exemplos ou sinais de que a ferrugem chegou ao seu veículo.

Em caso de dúvida sobre como disfarçar riscos na pintura do carro consulte o nosso artigo Pintura de carros: Como disfarçar riscos.

 Apesar da evolução dos revestimentos dos automóveis, a composição química instável do ferro acaba por levá-lo muitas vezes à ferrugem. Porém, isto não significa que seu carro está condenado. Conheça 5 passos para eliminar a ferrugem do seu carro:

 

1.   Compre os materiais necessários

Para poder remover a ferrugem do seu carro, é importante que tenha as ferramentas e os produtos de boa qualidade, pois este é um dos fatores mais importantes. Tintas, vernizes, primers e ainda lixas, removedores de graxa e cera, folha de poliéster ou papel kraft, fita adesiva, gaze de algodão/flanela e um pano de microfibra, são produtos que não podem faltar.

Se quiser polir apenas os faróis do seu veículo consulte o nosso artigo Como polir os faróis em 6 passos.

Em primeiro lugar, encontre o código de pintura do fabricante do carro. Este código pode estar em vários lugares da carroceria, no compartimento do motor, na bagageira ou noutro lugar. 

Mesmo que tenha experiência com pinturas, recomendamos a compra de latas de aerossol para reparos maiores e aplicadores para reparar arranhões.

 

2.   Proteja a zona de reparação, remova a ferrugem e lave

Proteja a zona de reparação com uma folha de poliéster ou papel kraft.

Remova a ferrugem, lixando bem até o metal ficar descoberto. Aumente a área lixada de forma a ganhar espaço para suavizar as bordas. Mude para uma lixa mais dura (comece com uma lixa de grão 80 e vá até o 150) para suavizar as bordas da área de reparação. Complete o lixamento com uma lixa mais com mais grão. Use um pano para remover as partículas da área.

Por fim, limpe a área lixada com um detergente de lavar louça desengordurante e, em seguida, enxágue com água limpa.

Deixe secar e limpe a área com um pano. Aplique o decapante.

 

kroftools-subscrevernl

 

3.   Aplique o primário 

Pulverize a zona limpa com o primer de preenchimento em camadas mais pesadas para cobrir toda a área. Afaste ligeiramente a lata da superfície e misture-a com a área pintada circundante. 

Dê duas a três demãos, permitindo o tempo de espera recomendado listado no rótulo (geralmente, 15 minutos) entre demãos. Espere uma hora para que seque completamente.

 

4.   Lixe o primário

Lixe o primer, começando com uma lixa de grão 600 húmida, de forma a alisá-lo  e a suavizar as bordas. Mude para uma lixa de grão 1000, também ela húmida, para lixar toda a zona reparada, incluindo as áreas misturadas.

Lave com água limpa e deixe secar bem. Limpe o primário com um pano e aplique duas a três camadas mais “pesadas” de primer, permitindo, mais uma vez, o tempo de secagem entre camadas. 

Deixe o primário de verniz secar por pelo menos uma hora antes de lixar novamente. A areia escorre e cai com uma lixa de grão 320. De seguida, lixe toda a área uma última vez. 

 

5.  Comece a pintar

Chegou, finalmente, a hora de pintar e de dizer adeus às marcas da ferrugem. 

Segure a lata de spray a cerca de 30 cm da superfície e borrife a área reparada.

Comece na parte inferior da zona de reparação e aplique a camada de cor em fileiras, da esquerda para a direita, sobrepondo cada passagem em cerca de um terço.

Construa a cor lentamente com duas a três camadas. Reserve cerca de 10 a 15 minutos entre demãos para uma boa secagem.

Deixe a primeira demão secar, até que esteja seca ao toque. Serão necessários, pelo menos, 60 minutos.

Depois da tinta, aplique várias demãos de verniz, permitindo o tempo de secagem recomendado (pelo menos 48 horas antes de polir).

Usando um farrapo de algodão (ou um pano de microfibra) e um composto de polimento, puxe o lustro à área reparada.

Relembramos que esta técnica serve apenas para carroçaria e não para outras componentes como o motor automóvel e as jantes.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.